Maio, 2011 | www.abreti.org.br  

Valores de afretamento em queda


02/05/2011 – GUIA MARÍTIMO

Novas embarcações aumentam capacidade além da demanda.

As taxas de afretamento de porta-contêineres estão recuando ao passo que novas embarcações entram no mercado. A queda das taxas de frete e menores índices de utilização de navios nas principais rotas comerciais também têm feito as operadoras reavaliarem a demanda de tonelagem adicional para os próximos meses.

As taxas de afretamento subiram fortemente no início do ano, mesmo com as tarifas de frete caindo à medida que transportadoras adquiriam capacidade extra. Mas a tendência se reverteu, pois as linhas principais já têm capacidade suficiente à disposição para atender a demanda maior de carga no início da alta temporada. As taxas de afretamento provavelmente devem recuar ainda mais com a alta mensal de 226 mil Teus em abril seguida pela previsão de inclusão de 204 mil Teus em maio, de acordo com estatísticas da consultoria marítima Alphaliner.

O custo médio diário de um navio de 4.250 Teus (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) operando por um contrato de dois anos caiu para US$ 26.798 dos US$ 28.603 apresentados no final de março, de acordo com a Hamburg Shipbrokers` Association.

As embarcações mais pequenas têm se saído melhor, apresentando menores baixas nos valores. Um navio de 2.500 Teus está custando em média US$ 15.391, abaixo dos US$ 15.971 de duas semanas atrás. Uma unidade de 1.100 Teus caiu para US$ 9.455 dos US$ 9.872 de um mês antes. As operadoras também estão sendo mais seletivas na hora de fechar contratos por conta da alta do combustível, que aumentou drasticamente os custos operacionais dos navios.

Os valores de afretamento cada vez mais refletem a idade e consumo de combustível, dada a preocupação ambiental dos armadores em desenvolver novas embarcações com baixo teor de emissão. 
Baixas taxas de fretamento e valores de frete também estão começando a impactar o preço dos navios novos e de segunda mão, de acordo com dados da corretora londrina Clarkson.

Um navio de 10 anos de idade e 3.500 Teus está sendo cotado a US$ 36,5 milhões, mesmo valor em relação ao preço médio de 2010, mas bem mais que o dobro da média de US$ 15,5 milhões durante a recessão de 2009.

Estaleiros avaliam US$ 59,5 milhões por um navio de 4.800 Teus, amplamente em linha com cotações de US$ 60,5 milhões em 2010 e US$ 57,3 milhões em 2009, mas bem abaixo do preço de US$ 84 milhões em 2008.


R. Tenente Gomes Ribeiro nº 182-Conjuntos 23/24-Vila Mariana-São Paulo-SP-CEP 04038-040
abreti@abreti.org.br - www.abreti.org.br - Tel./Fax: 11 5084.6439