Setembro, 2011 | www.abreti.org.br  

Governo Estuda Compensar
Exportadores por Alta do IOF


26/08/2011 - ADUANEIRAS

O governo deve compensar os exportadores pelo imposto cobrado em derivativos de câmbio, que encarece as operações de hedge, afirmou o ministro da Fazenda, Guido Mantega na terça-feira (23).

Em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) no Senado, Mantega afirmou que a hora é de "flexibilizar" as medidas tomadas recentemente para frear a valorização do real. Segundo ele, a opção pode ser um desconto no Imposto de Renda (IR) equivalente ao que o exportador paga em Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para fazer suas operações de hedge - mecanismo pelo qual é possível fazer uma proteção contra as oscilações na taxa câmbio.

Apesar disso, o governo continuará a adotar ações de controle de capital, se necessárias, para evitar que o real se valorize e prejudique exportadores brasileiros.

O governo anunciou em 27 de julho a cobrança de 1% de IOF em operações com derivativos de câmbio que aumentem as posições vendidas em dólar no mercado futuro.

O intuito era diminuir a especulação que ajudava a colocar o dólar nas mínimas desde 1999. Após a medida, e em meio a um surto de turbulência no mercado global por preocupações com Estados Unidos e Europa, o dólar subiu e agora opera em torno de R$ 1,60 por dólar. Mas a medida foi criticada por alguns setores, porque também impactou operações de hedge feitas por exportadores.


R. Tenente Gomes Ribeiro nº 182-Conjuntos 23/24-Vila Mariana-São Paulo-SP-CEP 04038-040
abreti@abreti.org.br - www.abreti.org.br - Tel./Fax: 11 5084.6439