Novembro, 2007 | www.abreti.org.br    
  Petrolina: Antaq estuda regularização do porto

Fonte: Guia Marítimo – 27/11/07
 
 
A Antaq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários) abriu o processo de regularização do porto de Petrolina (PE). As áreas técnica e jurídica da agência estudarão a melhor forma de enquadrar o porto na legislação portuária e habilitar as suas instalações ao transporte fluvial de cargas.

O porto de Petrolina ocupa área de 13 hectares às margens do Rio São Francisco e conta com um armazém e dois cais, sendo um para carga geral e outro para minério. O porto tem profundidade de dois metros e pode receber embarcações com cargas provenientes de Minas Gerais, Bahia e estados do Centro-Oeste.

Fialho explicou que as instalações em Petrolina não podem ser classificadas como porto organizado, mas a Antaq poderá classificar o local como instalação portuária pública de pequeno porte. "Trabalharemos para regularizar o porto com base na definição que foi incluída este ano na Lei 8.630 por meio da Lei 11.518", disse o diretor-geral da Agência.

A Lei nº 11.518, de 2007, introduziu na Lei 8.630 a definição para Instalação Portuária Pública de Pequeno Porte, como aquela destinada às operações portuárias de movimentação de passageiros, de mercadorias ou ambas, destinados ou provenientes do transporte de navegação interior.
 
 
 
 
Rua Tenente Gomes Ribeiro, 212 - Conj. 41 - Vila Mariana - São Paulo - SP - CEP 04038-040
abreti@abreti.org.br - www.abreti.org.br - Tel./Fax: 11 5084.6439