Janeiro, 2008 | www.abreti.org.br    
  Governo taxa exportação e isenta importação

Valor Econômico - 21/01/2008
 
  No pacote baixado para compensar as perdas da CPMF, o governo federal tributou pelo Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 0,38% as operações de câmbio das exportações, mas manteve a isenção no caso das importações. A diferença de tratamento nas transações de comércio exterior está provocando reações dos exportadores.

"É um 'nonsense' completo", diz Fernando Pimentel, diretor da Associação Brasileira da Indústria Têxtil. Para ele, a medida prejudica "ainda mais" a competitividade da indústria nacional. "Se isso se confirmar, é uma distorção grave", diz Heitor Klein, diretor-executivo da Associação Brasileira da Indústria de Calçados.

As entidades prometem pleitear junto ao governo a isenção das exportações de IOF. "É uma questão de isonomia. Se a importação é isenta, vamos fazer o mesmo para a exportação", diz André Rebelo, da Fiesp, que calcula que as exportações devem gerar receita de IOF de R$ 1,5 bilhão em 2008. As importações, se tributadas, contribuiriam com R$ 800 milhões.
 
 
 
 
Rua Tenente Gomes Ribeiro, 212 - Conj. 41 - Vila Mariana - São Paulo - SP - CEP 04038-040
abreti@abreti.org.br - www.abreti.org.br - Tel./Fax: 11 5084.6439