Fevereiro, 2008 | www.abreti.org.br    
  BNDES aumenta crédito à exportação
apesar da crise

Fonte: Valor Econômico - 12/02/2008
 
  A demanda por financiamentos à exportação no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) não deverá ser afetada pela desaceleração da economia americana e seu impacto sobre o comércio mundial. A expectativa do banco para este ano é liberar US$ 5 bilhões em empréstimos para a venda de bens e serviços ao exterior. O número, se confirmado, representará aumento de 19% sobre os US$ 4,2 bilhões desembolsados em 2007.

"Não vemos, em curto prazo, impacto relevante (do desaquecimento da economia global) sobre a demanda por financiamento à exportação junto ao banco", diz Luiz Antonio Araujo Dantas, superintendente do BNDES-Exim, a área de exportações da instituição de fomento. Ele diz que o banco trabalha em um nicho específico do comércio exterior com operações estruturadas de longo prazo nas áreas de infra-estrutura e de tecnologia de ponta.

Os desembolsos do BNDES à exportação em 2008 serão sustentados não só por financiamentos para bens e serviços a projetos na América do Sul e América Central, mas também pela retomada de empréstimos aos compradores de aeronaves da Embraer e pelo apoio a projetos na área de petróleo e gás natural.
 
 
 
 
Rua Tenente Gomes Ribeiro, 212 - Conj. 41 - Vila Mariana - São Paulo - SP - CEP 04038-040
abreti@abreti.org.br - www.abreti.org.br - Tel./Fax: 11 5084.6439