Julho, 2008 | www.abreti.org.br    
  O peso da caneta da Antaq

Fonte: Jornal do Brasil - 22/07/2008
 
 
A atuação da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) vai ganhar destaque nos próximos dias. A agência vai ditar as novas regras de um setor que deve movimentar neste ano
US$ 15 bilhões e envolve o interesse de gente graúda como Daniel Dantas e Eike Batista.
Está nas mãos da Antaq bater o martelo sobre as restrições aos portos privativos. Um decreto será editado pela Casa Civil, com o aval do ministro da Secretaria de Portos, Pedro Britto, e do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas revisado pela Antaq.

Pelos corredores da Antaq, não é difícil encontrar técnicos preocupados com o texto do decreto. Ainda mais depois das descobertas da operação Satiaghara que mostra a delicada relação de Dantas e parlamentares justamente em relação ao setor. Sabe-se ainda que, direta ou indiretamente, Dantas e Eike têm canal de articulação no Palácio do Planalto. Atualmente, a legislação diz que um porto particular tem de ter capacidade para se financiar apenas embarcando cargas próprias. Os empresários defendem uma norma mais frouxa que permita os privados a embarcar a maior parte de material de terceiros, o que seria um concorrência, dizem técnicos, fatal para os públicos.
 
 
 
 
Rua Tenente Gomes Ribeiro, 212 - Conj. 41 - Vila Mariana - São Paulo - SP - CEP 04038-040
abreti@abreti.org.br - www.abreti.org.br - Tel./Fax: 11 5084.6439