Outubro, 2009 | www.abreti.org.br  

Governo quer reduzir
taxas ao exportador


23/10/2009 – Folha de S. Paulo

Depois do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) de 2% na entrada de capital externo, o governo estuda medidas para baratear o custo das taxas de pré e pós-embarque dos exportadores a fim de compensar o real valorizado, disse o ministro Guido Mantega (Fazenda). Ele afirmou, porém, que a queda na arrecadação tirou espaço fiscal para fazer a desoneração da folha de pagamento no momento, medida prometida as exportadores.

Mantega reconheceu que pode haver setores no Banco Central contrários à criação do IOF na entrada de capital estrangeiro, mas disse que "isso contraria o presidente [do BC, Henrique] Meirelles", que foi "favorável" à decisão. O ministro afirmou também que tentará convencer a base aliada no Congresso a adotar alguma medida em relação à taxação da caderneta de poupança, mas reconheceu que "há, de fato, uma grande resistência" da base à medida. "Não vou me antecipar, vou discutir com eles, a base tem de estar concordando", afirmou, defendendo a iniciativa como necessária para garantir a queda dos juros no futuro.

Ao ser lembrado que os líderes governistas recuaram do apoio inicial dado à decisão, o ministro afirmou que isso ocorreu, "talvez, porque se aproximou o período eleitoral, recuaram porque ninguém quer fazer maldade, mas isso não é uma maldade".


R. Tenente Gomes Ribeiro nº 182-Conjuntos 23/24-Vila Mariana-São Paulo-SP-CEP 04038-040
abreti@abreti.org.br - www.abreti.org.br - Tel./Fax: 11 5084.6439